segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

As aflições do justo


"Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR de todas o livra. Preserva-lhe todos os ossos, nem um deles sequer será quebrado."

Salmos 34:19-20


Sabemos que os justos podem ter problemas, mas como entendemos que Deus nos liberta deles?

Como podemos entender que ele protege todos os nossos ossos, especialmente à luz de tragédias recentes e da perseguição de cristãos em muitos lugares no mundo?

Paulo falou sobre isto: não importa o que acontecerá a ele, será pela sua libertação, seja através da sua morte para estar com Deus, ou através da sua libertação da prisão para continuar seu ministério (Filipenses 1:19-23).

Nossa libertação está segura. Somos vencedores em Cristo.

Satanás não pode fazer nada que nos tira doamor de Deus, nem mesmo a morte (Romanos 8:32-39).


Pai, por favor, dê-me a fé que preciso para acreditar que, não importa o que acontecer na minha vida, essas coisas não me afastarão do seu amor e libertação.

(Site iluminalma.com)

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Porque perdoar?


Perdão é um processo mental ou espiritual de cessar o sentimento de ressentimento ou raiva contra outra pessoa, decorrente de uma ofensa percebida, diferença ou erro, ou cessar a exigência de castigo ou restituição.

A má vontade em perdoar os outros nos retira o perdão divino.
"Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará; se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas" (Mateus 6:14-15)

O pecador é um devedor espiritual.

Jesus usou esta linguagem figurativa quando ensinou aos discípulos como orar: "e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores" (Mateus 6:12).

O cristão que não perdoa perde a comunhão com Deus:
“EIS que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar, nem o seu ouvido agravado, para não poder ouvir.
Mas as vossas iniquidades fazem divisão entre vós e o vosso Deus: e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça. “(Isaías 59:1-2)

“E esta é a mensagem que dele ouvimos e vos anunciamos: que Deus é luz e não há nele trevas nenhumas.
Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos e não praticamos a verdade. “(1 João 1:5-7)

Obrigação do cristão é perdoar:
“Olhai por vós mesmos. E, se teu irmão pecar contra ti, repreende-o, e, se ele se arrepender, perdoa-lhe.
E se pecar contra ti sete vezes no dia, e sete vezes no dia vier ter contigo, dizendo: Arrependo-me, perdoa-lhe.” (Lucas 17:3-4)

O direito de vingança pertence ao Senhor:
“A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas, perante todos os homens.
Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens. Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor. Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.” (Romanos 12:17-21).

Também somos pecadores e necessitados do perdão divino:
“Antes sede, uns para com os outros, benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como, também, Deus vos perdoou em Cristo.” (Efésios 4:32)

“Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se algum tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós, também.” (Colossenses 3:13)

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

A armadura de Deus x Ciladas do diabo


"Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo." (Efésios 6:11)

Tantas vezes estamos focalizados somente nas coisas que gostamos, que fazemos bem, ou que temos interesse em realizar.
Deus quer que usemos cada peça da sua armadura espiritual.
Ele quer que sejamos disciplinados e cresçamos nas áreas da nossa fraqueza espiritual e nas áreas que não achamos tão empolgantes ou interessantes.
Nosso adversário é criativo e tentará nos atacar nas áreas da nossa fraqueza e vulnerabilidade.
Então, não devemos nos comprometer somente a sermos diligentes nas áreas do nosso interesse e força, mas especialmente naquelas áreas onde não estamos fortes.

--------------------------------------

A vitória que Deus nos dá sobre as ciladas do diabo

--------------------------------------
I - O que é cilada?
Cilada é o mesmo que traição, armadilha, emboscada.
--------------------------------------
II - Como o Diabo monta sua ciladas?
1 - Lembremo-nos de que o inimigo é astuto. Ele se transforma em anjo de luz, é sedutor, ele tem como missão a promoção do mal. Logo seus métodos são muito variados.
-------------------------------------
2 - Vamos ver alguns exemplos práticos:
Em casa, o choro de uma criança, a briga de filhos, os desentendimentos domésticos entre patroa e empregada, as grosserias, a palavra ríspida do cônjuge, o gás que acabou na hora de terminar o almoço, um telefonema inoportuno, uma pia entupida, uma descarga estragada, uma roupa sem botão, uma coisa fora do lugar, enfim, inúmeras coisas.
--------------------------------------
3 - Na vida pessoal:
A tentação para falar mal do próximo, as murmurações quando no trânsito alguém nos prejudica, a atração por alguém do sexo oposto que não seu cônjuge, a pessoa que combina algo e falha etc.
--------------------------------------
4 - Na vida espiritual:
O Inimigo lança dúvidas nos desmotiva, nos mostra os erros, as fraquezas do irmão e tantas outras coisas.
--------------------------------------
III - Homens de Deus têm sido alvo das ciladas do Diabo Vamos olhar um pouco para a história:
1 - Jesus foi alvo das ciladas do Diabo. O Inimigo foi sagaz e lhe ofereceu coisas aparentemente boas - Mateus 4
--------------------------------------
2 - Davi também foi alvo das ciladas do Inimigo - II Samuel 11
--------------------------------------
3 - Muito outros homens e mulheres de Deus tem sido alvo das astutas ciladas de Satanás.
--------------------------------------
IV - Como agir diante das ciladas do Inimigo?
1 - Olhemos a palavra do Senhor:
a) I Pedro 5.8 - Sobriedade e vigilância;
b) Mateus 26.41 e 10.16 - Oração e prudência;
c) II Corintios 2.11 - Não deixar o Inimigo levar vantagem;
d) Efésios 4.27 - Não dar lugar ao Inimigo;
e) Tiago 4.7 - Sujeitar-se a Deus e resistir firmemente ao Diabo.
--------------------------------------
2 - O Inimigo, na sua astúcia, muitas vezes vem com propostas, sugestões, oferta muito boas. Cuidado, é um copinho de bebida, um cigarinho, é uma moda mais avançada, um bailinho social, uma experiência sexual etc.
O Inimigo nunca vem para nos jogar de uma vez no buraco, ele vem armando suas ciladas, seus laços e armadilhas.
--------------------------------------
Conclusão: Deus é o que quebra todos os laços do Inimigo, mas em Cristo somo mais que vitoriosos nesta área.
Retirado da Folhetim O Manancial Ano VIII – No. 69 – julho/03

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

O caminho mais fácil

(por Silas Malafaia)

O diabo ataca dentro da própria igreja, quando tentou a Jesus usou a Palavra de Deus. Devemos vigiar, pois a Igreja não é o céu, é a preparação.

Satanás desafiou Jesus a adorá-lo mostrando o que mais atraía no mundo, isso é o que o diabo faz hoje, mostra só o lado bom, oculta o lado podre, tentando atrair as pessoas. Tentou atrair Jesus pela cobiça dos olhos e a soberba da vida.

Propos a Jesus um atalho: um caminho mais fácil; nunca foi fácil pra Jesus e nunca vai ser fácil pra nós. Nada se conquista com facilidade, nem mesmo a vida espiritual.

Jesus sabia que ainda não era a hora de possuir os reinos do mundo. Cuidado com a precipitação, pois pode ser a sua destruição (Jo 2:4, Mt 26:45, Lucas 4:6). Se você abrir uma brecha na sua vida pro diabo ele vai reinar sempre.
Vamos vigiar e esperar a vontade de Deus para as nossas vidas.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Libertação

Clamam os justos, e o SENHOR os escuta e os livra de todas as suas tribulações. Salmos 34:17

Libertação! Um grande tema da Bíblia é que Deus é um Deus de libertação que cumpre as suas promessas e compartilha fielmente a sua graça, misericórdia e justiça.
Que esta promessa lhe incentive a viver uma vida justa e clamar a Deus em todas as suas tribulações. Clame a Deus com os louvores, questões e feridas que a vida traz.
Deixe a presença dEle ser real para você e abra seu coração a ele.

sábado, 10 de outubro de 2009

Aquele que pede recebe...Mateus 7

"Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á. E qual de entre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra? E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?" Mateus 7:7-11
Deus nos assegura do poder do Deus que ouve as nossas orações. Ele ouve e responde. Isso não quer dizer que ele sempre dará a resposta que queremos. O mesmo Deus que deixou o Filho beber o cálice de sofrimento:
"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca. E, indo segunda vez, orou, dizendo: Pai meu, se este cálice não pode passar de mim sem eu o beber, faça-se a tua vontade. E, voltando, achou-os outra vez adormecidos; porque os seus olhos estavam pesados. E, deixando-os de novo, foi orar pela terceira vez, dizendo as mesmas palavras. Então chegou junto dos seus discípulos, e disse-lhes: Dormi agora, e repousai; eis que é chegada a hora, e o Filho do homem será entregue nas mãos dos pecadores. Levantai-vos, partamos; eis que é chegado o que me trai. E, estando ele ainda a falar, eis que chegou Judas, um dos doze, e com ele grande multidão com espadas e varapaus, enviada pelos príncipes dos sacerdotes e pelos anciãos do povo. E o que o traía tinha-lhes dado um sinal, dizendo: O que eu beijar é esse; prendei-o. E logo, aproximando-se de Jesus, disse: Eu te saúdo, Rabi; e beijou-o. Jesus, porém, lhe disse: Amigo, a que vieste? Então, aproximando-se eles, lançaram mão de Jesus, e o prenderam. E eis que um dos que estavam com Jesus, estendendo a mão, puxou da espada e, ferindo o servo do sumo sacerdote, cortou-lhe uma orelha." Mateus 26:36-46
E que deixou Paulo sofrer com seu espinho na carne:
"E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar. Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim. E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte." 2 Coríntios 12:7-10
Pode achar melhor não dar o que pedimos. Ele faz melhor ainda: ele dá o que precisamos!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Tarde demais

Não espere mais para pensar em Deus, pode ser tarde demais.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Nós somos como a lua


"Olhai para ele e sede iluminados; e o vosso rosto jamais será confundido." Salmos 34:5
Nós somos como a lua;
a glória que mostramos é o reflexo da vida maior nas nossas vidas
que não se origina em nós, mas é uma bênção para outros através de nós.
Pai, não deixe o mal trazer vergonha para mim por causa do meu pecado e fraqueza. Triunfe sobre o mal na minha vida para sua glória.
Em nome de Jesus, amém.

domingo, 4 de outubro de 2009

Carta do Inimigo



Ontem eu te vi quando começava o seu dia. Acordou e nem sequer orou ao seu Deus. Ou melhor, durante todo o dia você não orou, e nem lembrou de abençoar sua comida. Você é muito ingrato para com o seu Deus, e isso em você me agrada muito. Eu também gosto da enorme fraqueza que sempre demonstra no que diz respeito ao seu crescimento espiritual, em ser um cristão.

Raramente lê a Bíblia e quando faz está cansado. Não medita no que lê, ora quase nada, além disso, muitas vezes diz palavras que não analisa. Por qualquer pretexto chega tarde ou falta ao seu culto de ensino. E o que falar de suas murmurações? Temos assistido muitos filmes juntos, sem falar nas vezes que fomos juntos ao teatro. Lembra daquele dia da tua fraqueza com aquela linda pessoa? Oh como foi bom!

Mas o mais me agrada é que você não se arrepende. E que sabe que é jovem e tem que aproveitar a vida, pensa só na carne e acredita que precisa ser salvo para a eternidade. Não há dúvida você é um dos meus.

Amo as piadas vergonhosas que você conta e que também escuta. Você ri delas, eu também rio de ver um filho de Deus participando disto. O fato é que nos sentimos bem. A música vulgar e de duplo sentido que você escuta me agrada demais. Como você sabe quais são os grupos que eu gosto de escutar? Também adoro quando murmura e se revolta contra o seu Deus.

Sinto-me feliz quando vejo você dançando e fazendo estes movimentos sensuais, eles me fascinam. Como isso me agrada!!! Você quer se encontrar comigo qualquer dia destes???


Certamente quando você está se divertindo saudavelmente, fico triste, mas sem problema, sempre haverá outra oportunidade. Tem vezes que me faz coisas incríveis, quando da mal exemplo as crianças ou quando os autoriza para perderem a sua inocência através da televisão, musicas ou coisas do gênero. Eles são tão espertos que imitam facilmente tudo o vêem. Muito obrigado.


O que mais me agrada é que poucas vezes tenho que te tentar, quase sempre cai por conta própria. Você busca os melhores momentos, se expõe as situações perigosas, me dando lugar!

Se tivesse cabeça mudaria de ambiente e de companhias; buscaria a palavra de Deus e entregaria realmente a tua vida aquele que você chama de Deus e, ainda mais, viveria o resto de seus anos sob a orientação do Espírito Santo.

Não tenho costume de enviar este tipo de mensagem, mas você é tão acomodado espiritualmente que não acredito que vá mudar nada.

Não me entenda mal, eu te odeio e não te dou a mínima. Se eu te busco é porque você me satisfaz com as tuas atitudes e faz cair em ridículo a Jesus Cristo.

Assinado Teu inimigo que te odeia

Tempo de buscar ao Senhor


"Busquei ao Senhor, e ele me respondeu; e de todos os meus temores me livrou".
Salmos 34:4

Você buscou o Senhor recentemente?

Muitos de nós fizemos um compromisso de entregar as nossas vidas totalmente a ele,

como tem sido o desempenho deste compromisso?

Deus promete sabedoria àqueles que pedem sem duvidar.

Você já pediu por sabedoria recentemente?

Vamos juntar os nossos corações e, com a ajuda do Espírito Santo, buscar nosso Pai para que possamos honrá-Lo e glorificá-Lo, descobrindo a bênção de estar na Sua presença.

sábado, 3 de outubro de 2009

A murmuração é música para o diabo


Tem gente que vê dificuldade em tudo, só dá contra, e diz: “eu sou realista”. O que você acha desta atitude ? . Em I Coríntios 10 , Paulo relembra alguns pecados cometidos por Israel, no deserto, e as conseqüências da infidelidade, no versículo 10 ele faz a seguinte advertência: “Nem murmureis, como alguns deles murmuraram e foram destruídos pelo exterminador”. Este versículo é uma referencia ao episódio narrado no livro de Números 14, quando os filhos de Israel foram duramente castigados pelo Senhor , por causa da murmuração.
“Murmurar” , conforme o dicionário , é soltar queixumes, lastimar-se, queixar-se em voz baixa, falara mal, apontar faltas, tomar mau juízo de alguém ou de alguma coisa. Foi exatamente o que aconteceu com o povo de Israel, e o Senhor indignou-se ante a atitude do povo: “Até quando sofrerei esta má congregação que murmura contra mim? Tenho ouvido as murmurações que os filhos de Israel proferem contra mim” Nm 14;26.
Nosso DEUS é misericordioso e providente . Ele conduz o seu povo e supre todas as nossas necessidades , por isso reprova a murmuração. A murmuração é um sinal claro de incredulidade , de ingratidão e de agir irrefletido.
A ação dos murmuradores consiste em puxar para trás , embora a providencia divina seja inconfundível durante a nossa jornada e nossos planos e ideais , existem pessoas que estão duvidando contentemente da ação de DEUS. A murmuração é fruto da incredulidade , pois os murmuradores, como já foi exposto, não crêem, não confiam.
Nossa murmuração é música para o diabo. Deus jamais poderá agir em um lar onde há divisão. Um cônjuge que tem como esposa uma mulher rixosa é um homem infeliz. Não há nada mais terrível para um marido do que chegar em casa cansado e ter que escutar a sua esposa reclamando compulsivamente. Ali se abre a brecha para uma contenda e, muitas vezes, assuntos pendentes vêm à tona agravando ainda mais a situação.
A mulher sábia identifica o momento exato em que deve falar e calar. Essa sabedoria vem de Deus e ela precisa buscar Nele. No Reino de Deus, quando dois se unem, o efeito não é de soma, mas de multiplicação. Uma mulher mansa e sábia trás para si a unidade, entre outras virtudes. A própria Bíblia garante a honra.
Penso que devemos tomar cuidado para não incorremos no pecado da murmuração. Ela pode ser muito prejudicial. Por isso atentar para o conselho do apostolo Paulo é uma coisa sensata “Fazei tudo sem murmuração nem contentas , para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros , filhos de DEUS inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo...”.
Que DEUS nos ajude...!

Fonte: Trechos do texto de Marco Aurélio Tibúrcio. Sites: www.ipb.org.br e www.guiame.com.br

sábado, 19 de setembro de 2009

Fuja de quem despreza a Palavra

“Encontre-se com o homem a ursa à qual roubaram os filhos, mas não o louco na sua estultícia” (Provérbios 17.12).

É loucura descrer da Palavra de Deus. Melhor é estar frente a frente com a ursa que teve os filhotes roubados. A pessoa que abre o coração para o diabo pode fazer qualquer mal a você, portanto, fuja dos que desprezam a Verdade e aceite o conselho bom.
Quando um indivíduo decide descrer da Palavra de Deus, ele se deixa possuir pela pior loucura que o inferno já produziu e passa a ser alguém de alta periculosidade em todos os sentidos. Ele fica cego para a Verdade, começa a ser controlado pelas forças diabólicas e, por isso, não é bom ficar diante dele, pois o diabo poderá usá-lo em suas mais sujas operações. Somente o temor à Palavra do Senhor dá ao homem juízo sadio (Salmo 111.10; Provérbios 1.7).
Coitado de quem, sem o poder de Deus, coloca-se diante dessa pessoa, pois o amor, a consideração e outras virtudes que são comuns ao homem normal não são encontrados nos loucos. Eles nem pensam duas vezes em fazer o mal. As Escrituras declaram que é preferível encontrar uma ursa de quem foram subtraídos os filhotes a estar diante dos loucos. No entanto, os servos de Deus devem estar conscientes de que receberam poder ao serem batizados no Espírito Santo para libertarem esses infelizes. Na verdade, nós, servos do Altíssimo, somos os únicos com poder para livrar essas pobres e infelizes vidas.
A pior coisa que uma pessoa pode fazer é abrir o coração para o inimigo. O diabo usa os que se dão a ele das mais diversas e perdidas maneiras. Os loucos não têm vontade própria, pois são dominados e dirigidos pelo gênio do mal. Agora, quem se oferece a Deus para libertar esse tipo de gente consegue a maior glória que alguém poderia desfrutar. Como membros do Corpo de Cristo, estamos autorizados e armados para a batalha que liberta essas pessoas. Não tema o que o inimigo aparentemente possa fazer, pois você pode tudo desde que o Senhor o esteja fortalecendo (Filipenses 4.13).
É bom manter uma distância daqueles que desprezam a Verdade, mas precisamos anunciar-lhes a mensagem libertadora do Evangelho, sem mantermos comunhão com eles. Observar, analisar e presenciar o que eles fazem podem contaminar até os mais santos. Não é necessário conhecermos as profundezas de Satanás, basta ter ciência do que o Senhor nos dá.
Atenção aos conselhos de Deus! Ele não fala nada por acaso nem nos adverte à toa. O inimigo é pernicioso, astuto e está sempre em batalha para destruir aqueles que não são fiéis ao Senhor. Já o Pai protege todos os que dão à Sua Palavra o respeito e atenção devida, e guarda os que são dEle (2 Timóteo 2.19; 2 Tessalonicenses 3.3).
Em Cristo, com amor,
R. R. Soares

sábado, 12 de setembro de 2009

Hoje


Em algumas horas, mais um dia de trabalho, estudo, entretenimento, descanso, entre outras atividades, estará terminando. Mesmo assim, com certeza, a maioria de nós não parou sequer por um minuto pensando em não terminá-lo. Afinal, para que pensar sobre a morte, não é mesmo?

É interessante a irrelevância da morte para aqueles que ainda têm "muito tempo pela frente". A este respeito, um pensador cristão disse certa vez: "Não há nada mais certo que a morte, e nada mais incerto que a hora dela". Mas este não é o seu caso, certo? Será que não? "Mas Deus lhe disse: Insensato, esta noite te pedirão tua alma; e o que tens preparado, para quem será?" Lucas 12:20.

Saiba que este texto não tem nenhuma intenção de amedrontar quem quer que seja. No entanto, todos sabemos que não há garantia alguma que qualquer um de nós termine este dia. Só Deus pode saber isso. "O Senhor (Deus) é que tira a vida e a dá" Samuel 2:6.

Agora reflita por um instante: E se Deus, em Seu infinito poder, soberania e sabedoria, decidir que "esta noite te pedirão a tua alma" o que você vai Lhe dizer? Ou você está entre os insensatos que acham que depois da morte não há mais nada? Quando essa vida acabar, só um fato irá interessar naquele momento: o novo nascimento em Cristo. Você sabe o que é isso? Pense seriamente sobre esse fato. Pense hoje. Pense agora.


quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Colocando o poder de Deus em ação


“Sabeis isto, meus amados irmãos; mas todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus” (Tiago 1.19,20).
Que todos saibam: a mão de Deus só é movida pela fé. Uma pessoa pode estar desejosa ou necessitada de ver o poder do Altíssimo operando e, por essa razão, concentra-se, ora e determina, ordenando que a obra seja feita. Mas, se não tiver sido movida pelo próprio Senhor, nada acontecerá.
Qualquer doutrina fora das Escrituras é lixo e, como tal, deve ser descartada. Talvez, ela pareça bonita, lógica, ou tenha feito momentaneamente um bem para algumas pessoas. No entanto, Isaías admoestou que somente a Lei e o Testemunho têm validade (Isaías 8.19,20), caso contrário, não há luz. Ora, se não existe luz, então, as trevas imperam, e sabemos que elas não são do Senhor, mas, sim, do diabo.
Muitos indivíduos, por darem ouvidos aos falsos profetas, são levados a agirem sem respaldo bíblico, e tais atitudes não produzem mudança alguma, porque o que é originado no homem não tem poder no mundo espiritual. Aquilo que precisamos de Deus nos é concedido por meio da revelação da Palavra dEle.

(R. R. Soares)

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Oração atendida



Em sua palavra, Deus se apresenta como aquele que ouve e atende às orações. No texto Mateus 7:7-11 Jesus afirmou: "Peçam e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta" (v.7).
Fala-se hoje muito em "oração poderosa", mas o que há de ser? Toda oração que parte de um coração puro e de uma fé não fingida será poderosa. Entretanto, Deus tem suas razões em atender segundo a sua boa vontade. Há uma oração que Deus atende imediatamente: quando alguém pede perdão por seus pecados. Em Romanos lemos que "Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo" (Rm 10:13), e em Mateus 18:11 Jesus diz que "O Filho do Homem veio para salvar o que se havia perdido". Aquele criminoso que fora crucificado ao lado de Jesus reconheceu que era pecador e pediu: "Jesus, lembra-te de mim quando entrares no teu reino". Jesus lhe respondeu: "Eu lhe garanto: Hoje você estará comigo no paraíso" (Lc 23:42-43). Se você pedir perdão, pode ter certeza que terá resposta imediata. Quem está doente pede saúde. Às vezes Deus atende imediatamente, em outras aparentemente nem responde.
Ore. Peça. Suplique, mas deixe o Senhor responder como e quando Ele quiser, pois não sabemos pedir como convém.
(Pão Diário - 2009 - Rádio Trans Mundial)

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Ser cristão


Ser cristão é andar na contra mão do mundo.
Porém, o mundo vicia, Cristo liberta.
O mundo contamina, Cristo cura.
O mundo é guerra, Jesus é a paz.
O mundo é corrupto, Cristo purifica.
O mundo acusa, Jesus perdoa.
O mundo é ódio, Deus é amor.
O mundo é depressão, Deus é alegria.
O mundo é frágil, Deus é poder.
O caminho do mundo é largo e leva pro abismo.
O caminho de Deus é estreito, mas leva à vida eterna.
Se ser cristão é ser louco, quero ser o mais aloprado de todos.
(Bola de Neve)

domingo, 6 de setembro de 2009

Qual caminho queremos seguir?


"Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz à vida, e poucos são os que a encontram" ( Mateus 7.13-14 )


“Estreita é a porta e apertado o caminho”
* dos poucos “pobres de Espírito” (5.3) daqueles que reconhecem que nada têm a oferecer como mérito seu. Daqueles que reconhecem a sua pobreza e falência espiritual e absoluta dependência de Deus.
* dos poucos arrependidos e contritos que tristes choram os seus próprios pecados (5.4).
* dos poucos mansos que têm uma atitude humilde e gentil para com os outros, mesmos quando provocados (5.5).
* dos poucos que têm “fome e sede de justiça” (5.6), dos poucos que não se acomodam aos seus pecados e à sua falta de retidão e que continuamente se esforçam pela santificação para obedecer a Deus.
* dos poucos misericordiosos (5.7) que têm compaixão dos outros em sua dor, miséria e desespero como conseqüência do pecado.
* dos poucos que perdoam os arrependidos.
* dos poucos pacificadores (5.9), dos que com pensamentos, palavras e estilo de vida buscam a paz entre todos os homens, antes que os conflitos e a guerra.
* dos poucos limpos de coração (5.8), daqueles que não têm o coração dividido, mas, sem mistura, em absoluta sinceridade diante de Deus e dos homens, buscam a retidão que Deus espera deles.
* dos poucos que são perseguidos por causa da justiça e da retidão (5.10-12), daqueles que sofrem por se esforçar para cumprir na vida o que Deus espera deles.
* dos poucos que são sal da terra e luz do mundo (5.13-16), dos que exercem uma influência sadia no mundo. Dos que não confundem a igreja com o mundo e procuram iluminar as trevas deste mundo e preservá-lo do apodrecimento moral e espiritual.
* dos poucos que procuram exceder na retidão “escribas e fariseus”, i.e., aqueles mais retos (5.17-20). Daqueles que “brigam” para
ser os melhores na retidão, na vida moral, na espiritualidade.



“Larga é a porta e amplo o caminho”
* dos muitos que se colocam diante de Deus e dos homens apresentando sua justiça própria para provarem que merecem que Deus e os homens os tratem bem.
* dos muitos que apontam os erros dos outros e que justificam e racionalizam os seus próprios na base de que só erraram porque os outros erraram primeiro.
* dos muitos que escolhem o caminho da maledicência, da fofoca e das reações cheias de ódio, de palavras grosseiras e sem educação.
* dos muitos que se resignam à sua falta de retidão, e dizem que, afinal, “errar é humano”.
* dos muitos intolerantes que se aproveitam da dor, miséria e desespero dos arrependidos para calar suas próprias consciências culpadas.
* dos muitos sem sinceridade, que simulam e encenam uma integridade que não têm.
* dos muitos que preferem fazer parte do problema, antes que da solução.
* dos muitos que, para não sofrer, preferem se moldar à falta de retidão da maioria.
* dos muitos que tornam obscuras as fronteiras entre igreja e mundo e, assim, deixam-se influenciar, antes que exercer influência.
* dos muitos que preferem “brigar” e lutar por dinheiro, fama, cargos e status.



Será que estamos mesmo no caminho certo?


(Texto Igreja Memorial Batista de Brasília)

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Um cego cuspido que ficou curado



Pr. Marco Antonio Peixoto

O que encontramos neste texto é chocante.
Ao se depararem com aquele cego, os discípulos de Jesus logo lhe perguntaram: “mestre, quem pecou, ele ou seus pais?”
Quando estamos diante de uma situação como esta, ficamos em busca de uma explicação.
É mais fácil encontrarmos justificativas para os acontecimentos do que crer em um milagre.
Se você não chegou onde almejava, tem uma enfermidade e não foi curado, sua tendência é procurar uma explicação.
Os discípulos queriam saber quem havia errado para que tal coisa pudesse ter acontecido. Mas a resposta de Jesus logo corta o pensamento dos discípulos: “é para que se cumpra nele as obras de Deus”.
Faço uma pergunta a você: O que nos impede de cumprir as obras de Deus?
A resposta é simples. Aquilo que não entendemos. As situações que nos rodeiam e não as compreendemos travam a nossa mente e nos fazem parar. Ou seja, quando entendemos os valores de Deus, somos transformados e passamos a refletir estes valores. O povo daquela época não estava sensível aos valores de Deus.
A visão que o cego recebeu mudou toda a sua vida. Devemos mudar para melhor e não ficar parado no tempo.
No
capítulo 9 de João, versículo 19, os judeus questionaram até os pais do cego quanto à deficiência de seu filho. No versículo 26, perguntaram pela segunda vez ao cego o que lhe havia acontecido, como tinha sido curado.
Aquelas pessoas não enxergavam o filho de Deus, seus olhos estavam insensíveis às coisas espirituais. Era exatamente isso que Jesus queria provar com esta ação esquisita.
Esta mensagem é para hoje. Deus nos livre de termos nossos olhos insensíveis e do evangelho acostumado. Desde que o mundo existe até hoje, não aconteceram coisas maiores das que estão por vir. Eu creio! O sobrenatural de Deus está por vir!
Em nossa vida muitas vezes somos assim: Deus nos dá uma palavra, mas antes vem uma “confusão”, um período difícil, e nos esquecemos do que Ele falou. Ainda que tudo pareça estranho, não pare, lembre-se: Eu tenho uma palavra de Deus na minha vida! Esta é a lição que este cego nos ensina, andar em cima do que Deus prometeu.

Preste atenção. O poder da cura não estava no cuspe, e sim na obediência. Mas por que este homem cego tinha que passar por esta situação? Para que se cumprissse nele as obras. Se as obras de Deus não se manifestam em mim, o evangelho em mim não serve pra nada.
José teve que passar pelo que passou para que se cumprisse a profecia (
Sl 105:17-20), Sarah passou por provações para que se cumprisse a promessa (Gn 21:1), Jesus veio ao mundo para que se cumprisse as escrituras (Lc 4:21).
Não se prenda as coisas passageiras, tenha fé para enxergar lá na frente.
Você é um recipiente ambulante das obras de Deus!




video

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Pensai nas coisas que são de cima e não nas que são da terra (Colossenses 3.2)


Por que perdemos tanto tempo e nos desgastamos tanto com coisas terrenas, se sabemos que tudo isso é passageiro e o que nos espera é muito maior?
Temos um Deus olhando por nós todo o tempo. Esperando de nós um pouco de atenção e obediência.
Amar o mundo e o que nele existe nos rouba a capacidade de enfrentarmos as tentações e vencê-las, pois, quando o amor ao mundo e às coisas mundanas impera em nossa mente, ele nos mantém presos à carne e às suas paixões.
O segredo é treinar a mente a pensar naquilo que vem do Alto. Com isso, nós nos fortaleceremos e teremos habilidades que nos farão possuir o melhor desta vida. Mas, se vivermos deslumbrados com as coisas dessa terra, jamais as teremos em abundância.
E é isso o que Deus tem pra nós: VIDA EM ABUNDÂNCIA.
Para quem agrada a Deus, até os desejos do seu coração serão supridos
(Salmo 37.4).